Moradores apontam falta de mobilidade para entrar e sair da Vila Guilherme

O presidente da antiga Associação dos moradores da Vila Guilherme, Michel Wiazowski, afirma que feiras e congressos na região do Center Norte pioram muito o tráfego na região.

O empresário Carlos Humberto Ferreira fala de um projeto sobre uma pista que sairia atrás do Parque da Juventude e atravessaria todo o bairro, mas há um entrave por causa das desapropriações.

Uma das principais reclamações é a falta de um hospital. Os 55 mil habitantes contam com três UBS, uma AMA e o Hospital Dia da Rede Hora Certa Vila Maria/Vila Guilherme, voltado a especialidades médicas apenas em consultas pré-agendadas e pequenas cirurgias.

As duas opções mais próximas para atendimentos mais complexos são o Pronto-Socorro Santana e o Hospital Vereador José Storopolli, conhecido como Vermelhinho, no Parque Novo Mundo.

O empresário Carlos Humberto Ferreira afirma que já esperou oito horas por um atendimento no Vermelhinho.

Excesso de alagamentos após as chuvas é outra reclamação. Também há o crescimento de favelas, o descarte irregular de lixo e a falta de opções no transporte público.

O distrito na Zona Norte de São Paulo é relativamente novo, criado em maio de 1992. Algumas ruas e praças têm nomes de parentes ou pessoas que tiveram alguma importância na história da região, como Joaquina Ramalho, que tinha propriedades no local.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square